E é essa tal diversidade? Pode me dizer, por favor?

Quando você diz “negro”, você se refere às etnias do sul da África, às do delta do Níger, às nilóticas… às aborígenes da Austrália? Dravídicos são negros? Onde diabos estão as fronteiras da etnia? Existe um catatau de povos com diferentes línguas e culturas nesse meio… E quando você diz “gay”, você se refere a que aspecto das relações sociais? À  “sensibilidade”, à “atividade sexual”… o que está incluído no pacote? 

Vamos piorar?

Quando você se diz católico, judeu, espírita… você tem certeza de que conhece à risca o catecismo da sua religião? E concorda ou prática tudo o que está prescrito ali? Então, do que estamos realmente falando? Em que momento afinal da sua cor amorenada você se declara branco ou negro, afinal? Em que momento da sua latente bissexualidade você se declara homossexual ou heterossexual? Em que bases axiológicas você sustenta sua ética? Não conhecemos precisamente as fronteiras de nenhum desses rótulos… somos FATORIAIS – um pouco de cada coisa: negro, pardo, mulher… em diferentes graus apenas. O que nos segrega é senão a ignorância!

O conhecimento nos faz amar, e o amor nos une a todos! …espero que você também pense assim!

Comments are closed.