Esqueça as “buyers personas”! Antes mesmo de planejar sua campanha de marketing, modelar seu produto ou fazer seu pitch, é necessário conhecer realmente quem é a pessoa a quem sua iniciativa se dirige. Até porque, atrás de cada evento social, existem decisões… de indivíduos!

Entendendo o ser-humano (enquanto “agente de cenários sociais”):

1. O indivíduo (como todo ser vivo) é hedonista e egoísta: não procure conscientizá-lo, procure atender suas dores, recompensá-lo e garantir-lhes segurança – o VPC está corretíssimo em sua metodologia!

2. O indivíduo é limitadamente racional: em sua atividade de processar informações não existe “computabilidade” suficiente (em sua cognição) para agir de acordo com a mais pura lógica – logo, o indivíduo lançará mão de heurísticas e viéses cognitivos para decidir.

3. O indivíduo médio mantém um conjunto dessas heurísticas psicológicas prontas em seu “cache” (como que catalisadores) para auxiliá-lo sempre que necessário.

Conhecer alguém é PORTANTO, conhecer sua coleção de VIÉSES COGNITIVOS (sustentados por valores, crenças errôneas, preconceitos).

Comments are closed.